Dia do Cinema Brasileiro

22:03


Hoje, 19 de junho, comemoramos o Dia do Cinema Brasileiro. A data foi escolhida em homenagem ao dia em que Afonso Segreto (primeiro cinegrafista e diretor do nosso país) registrou, em 1898, as primeiras imagens em movimento no Brasil. No entanto, muita gente prefere celebrar o cinema nacional no dia 5 de novembro, data em que ocorreu a primeira exibição pública de cinema em nosso país.

Controvérsias à parte, o fato é que o cinema brasileiro apresenta uma ampla expansão, tanto em nível de produção como em distribuição, um exemplo recente foi o sucesso internacional de Aquarius - dirigido por Kleber Mendonça. Mesmo ainda tendo um longa estrada para conquistar principalmente o público nacional existem produções excelentes desenvolvidas por aqui e em virtude da data comemorativa, decidi compartilhar alguns dos filmes nacionais que mais gosto

Apenas o Fim

Estudante universitária decide terminar com o namorado e fugir para lugar desconhecido. Antes, porém, eles se encontram e em apenas uma hora reveem momentos do passado e imaginam o futuro de maneira bem divertida.

Data de lançamento: 11 de junho de 2009

Direção: Matheus Souza







Feliz Natal
Caio, um homem de 40 anos, tenta uma reaproximação com sua família problemática perto do Natal. A mãe é alcoólatra, o pai o rejeita e o irmão está em crise no casamento. Em meio a isso tudo, ele reflete sobre sua própria existência.

Data de lançamento: 21 de novembro de 2008

Direção: Selton Mello









Cinema, Aspirinas e Urubus


Em 1942, no meio do sertão nordestino, dois homens vindos de mundos diferentes se encontram. Um deles é um alemão fugido da 2ª Guerra Mundial, que dirige um caminhão e vende aspirinas pelo interior do país. O outro é um homem simples que sempre viveu no sertão e que, após ganhar uma carona de Johann, passa a trabalhar para ele como ajudante. Aos poucos surge entre eles uma forte amizade.

Data de lançamento: 11 de novembro de 2005

Direção: Marcelo Gomes






O Homem do Futuro


Zero é um cientista ridicularizado cuja última invenção o levou ao passado, lhe dando a chance de refazer sua vida. De volta à época de faculdade, ele reencontra Helena, sua paixão, mas acaba interferindo em acontecimentos do futuro. Agora, Zero precisa consertar o futuro sem perder Helena de novo.

Data de lançamento: 27 de agosto de 2011

Direção: Cláudio Torres






Bicho de Sete Cabeças


O relacionamento entre Wilson e seu filho Neto está cada vez pior. A situação entre os dois chega ao seu limite, até que o pai decide internar o filho em um manicômio, onde o rapaz enfrenta condições terríveis de tratamento.

Data de lançamento: 22 de junho de 2001 (Brasil)

Direção:
Laís Bodanzky








Que horas ela volta?

A pernambucana Val se mudou para São Paulo com o intuito de proporcionar melhores condições de vida para a filha, Jéssica. Anos depois, a garota lhe telefona, dizendo que quer ir para a cidade prestar vestibular. Os chefes de Val recebem a menina de braços abertos, porém o seu comportamento complica as relações na casa.… Mais

Data de lançamento: 2015

Direção: Anna Muylaert







Também poderá gostar

1 comentários

  1. Oi, Érika!!

    Eu tenho gostado muito mais do cinema nacional nos últimos anos. Gosto de ver que o cinema não é só drama também - até porque antes parecia que os únicos filmes bons do país eram só tristeza e violência.

    Gosto muito de ver o aumento de romances e comédias na mesma proporção. Acho que um cinema bom é um que tem uma ampla variedade de opções. Até porque tem dia que eu só quero ver um filme bobo para dar risada e nem quero refletir sobre a vida e seus problemas. Hahahaha

    Espero que nossas produções melhorem cada vez mais. Até o ponto de que quantidade de filmes estrangeiros sejam pelo menos na mesma proporção que os nacionais nos cinemas do país.

    Bjs!!!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir